Portugal eleito o Melhor Destino Turístico do Mundo — Oportunidade e desafio para o Enoturismo

Estes prémios, os recordes de número de visitantes e o saldo positivo da balança do turismo são para a ARVP sinais do dinamismo e evolução do setor, mas também oportunidade e desafio para o Enoturismo.

Portugal foi eleito o Melhor Destino Turístico do Mundo pelo segundo ano consecutivo. Um feito histórico, e inédito foi também o total dos 17 prémios arrecadados pelo nosso país. Este reconhecimento foi feito pelos World Travel Awards, conhecidos também como os "Óscares do Turismo".

A cerimónia que decorreu no passado sábado no Pátio da Galé, em Lisboa, destacou o nosso país em várias categorias. A destacar: Lisboa eleita “Melhor Cidade Destino” e “Melhor Destino City Break” a nível mundial; Madeira que vê repetido o prémio na categoria de “Melhor Destino Insular”; o Turismo de Portugal voltou a ser considerado o “Melhor Organismo Oficial de Turismo do Mundo”; ou os Passadiços do Paiva “Melhor Atração Turística de Aventura”. Destaque ainda para os prémios ganhos por vários hotéis e um resort em diferentes categorias, assim como para a TAP. 

Estes prémios, os recordes de número de visitantes e o saldo positivo da balança do turismo nacional são para a Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal (ARVP) “sinais extraordinários do dinamismo e evolução do setor, ao que o enoturismo não tem ficado alheio”. 

Para a associação, o momento é de “oportunidade e desafio: oportunidade para os agentes de enoturismo, para que aproveitem este momento alto do turismo em Portugal; e de desafio, para que consigam responder e estar à altura de visitantes cada vez mais exigentes, e isso consegue-se com uma oferta cada vez mais qualificada”.  

É importante criar sinergias no espaço rural, que envolvam áreas como o vinho, a gastronomia, o azeite, a cortiça, a paisagem, etc., potenciando os produtos endógenos dos diferentes territórios e valorizando cada vez mais o território, proporcionando ao visitante experiências inéditas e marcantes. Para isso, é fundamental também que a oferta enoturística esteja organizada e seja promovida de forma integrada, designadamente as Rotas dos Vinhos. 

A ARVP tem vindo a trabalhar precisamente nesse sentido e em 2019 vai desenvolver ações muito concretas nesta área, através de visitas e de reuniões de trabalho nas diferentes regiões vitivinícolas, com o principal objetivo de fazer um levantamento da oferta enoturística de todo o país.

 

Publicado em: 03, Dezembro 2018
Ver todas as notícias

parceiros

2018 · Associação de municípios Portugueses do Vinho · Todos os direitos reservados.