MISSÃO DE BENCHMARKING EM ENOTURISMO

A Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e a Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal (ARVP) vão realizar 13 ações de Benchmarking este ano, com a realização de visitas às diferentes regiões vitivinícolas do país. 

 

A Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e a Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal (ARVP) vão realizar 13 ações de Benchmarking, estratégia de marketing institucional voltada para ações internas nas rotas de vinho de Portugal, com a realização de visitas e de reuniões de trabalho nas diferentes regiões vitivinícolas do país. 
O objetivo é trabalhar as Rotas de Vinho de uma forma integrada e em rede. Para estas reuniões, além dos municípios (associados e não associados), estão também convidados todos os parceiros, CVR’s, Entidades de Turismo, Rotas de Vinho, Grupos de Acão Local e Direções Regionais de Agricultura, CCDR´s, Museus do Vinho e empresas, de modo a melhor articular estas iniciativas a nível regional.
Para cada encontro vão ser formados grupos de trabalho, com o objetivo de avaliar a oferta enoturística por região e segundo critérios pré-definidos, e que culminará no levantamento de toda a oferta enoturística de Portugal.

 

Critérios e considerações

— Entender o papel de cada entidade e trabalhar de forma integrada e organizada;
— Promoção integrada das rotas;
— Entender a relevância do enoturismo para alavancar a economia local;
— Envolver a comunidade local;
— Qualificação dos Territórios Vinhateiros;
— Formação e capacitação dos agentes enoturísticos;
— Estimular a abertura aos domingos e feriados;
— Criar roteiros atualizados, com as melhores ofertas, focados nos diferentes públicos/mercado;
— Sinalética integrada, com base na identidade regional; 
— Fazer candidaturas de projetos, com vistas ao fomento do enoturismo;
— Comunicar o que está pronto/qualificado;
— Premiar os melhores casos e as melhores práticas.

 

Estrutura: grupos de trabalho

— Parcerias (projetos conjuntos e complementares – agenda comum): Câmaras Municipais, Associações de Desenvolvimento Local, Entidades Regionais de Turismo, Comissões Vitivinícolas Regionais, Turismo de Portugal, Entidades Empresarias, Outras associações locias e regionais;
— Gestão e Infra-Estrutura (políticas públicas, planos público-privados, financiamentos, planeamentos, normas, classificações, capacitação, qualidade): Instituições de ensino, setor público e privado, responsáveis pela elaboração de projetos, agências financiadoras e outros;
— Sustentabilidade (ambiental, social, económica, cultural e política) e Acessibilidade (universal): empreendedores, setor público, legislação;
— Produto Enoturístico (oferta enoturística): empreendedores de todos os setores, setor público, entidades;
— Marketing (identidade regional): identificar canais e formas de divulgação, pesquisas e monitorização. 
 
 
Objetivos final 

Levantamento da oferta enoturística de Portugal, envolvendo:
— Produtores, quintas e adegas
— Museus do Vinho
— Alojamento (onde dormir?) 
— Restauração (onde comer?)
— Oferta complementar (o que mais fazer?)
— Comércio (onde comprar?)
— Acessos (como chegar?)
— Informações: Centros de Atendimento ao Turista, Comunicação e Promoção (como saber?)
 

Publicado em: 02, Fevereiro 2019
Ver todas as notícias

parceiros

2019 · Associação de municípios Portugueses do Vinho · Todos os direitos reservados.