AMPV pretende criar o maior portal nacional e europeu de enoturismo

No portal de enoturismo cada município, enquanto entidade, abre as portas do seu concelho aos visitantes, para que partam à descoberta do seu território.

Estes projetos vêm responder e contribuir para o tão ambicionado desafio da estruturação, organização e promoção integrada da oferta enoturistica nacional.

Quer no livro, quer no portal a oferta enoturística estará agregada e a estabelecer roteiros entre os diferentes atores de enoturismo, propondo como que "um guia de viagem para conhecer cada território, cada município".

A Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) está a preparar dois grandes projetos, complementares, para lançar este ano de 2021: uma nova edição impressa do livro “Territórios Vitivinícolas, Olivícolas e Corticeiros de Portugal" — que será apresentada no início de junho por ocasião da Feira Nacional de Agricultura — e um portal de enoturismo que irá dar a conhecer mais de uma centena de territórios nacionais — e que será lançado em finais de abril, na V Conferência Mundial de Enoturismo.

Após uma primeira edição do livro “Territórios Vinhateiros de Portugal” lançada em 2017, a AMPV decide agora reformular os conteúdos e alargar a publicação aos territórios olivícolas e corticeiros nacionais. Mas a grande novidade recai sobre a criação do grande portal de enoturismo. 

"Serão mais de 100 municípios, de norte a sul do país e ilhas, que serão apresentados neste portal como destinos enoturísticos de excelência", adianta o secretário-geral José Arruda, revelando que "é o município, enquanto entidade, que abre as portas do seu concelho aos visitantes, para que percorram o seu território e descubram as suas quintas e adegas, as vinhas, os museus, os espaços culturais, as suas histórias e tradições". 

Cada município é apresentado no portal como um destino enoturístico a visitar e "se a plataforma reunir o número estimado de uma centena de municípios — que acredito que seja atingido dado o interesse demonstrado e a afluência de adesões — então podemos dizer que a AMPV está a criar o maior diretório online de enoturismo nacional, europeu e até mundial", acrescenta José Arruda. 

Segundo o secretário-geral da AMPV, "estes projetos vêm também responder e contribuir para o tão ambicionado desafio da estruturação, organização e promoção integrada da oferta enoturística nacional", uma vez que "quer no livro, quer no portal a oferta está agregada e estabelece roteiros entre os diferentes atores de enoturismo, propondo como que um guia de viagem para conhecer cada território, cada município". 

O livro “Territórios Vitivinícolas, Olivícolas e Corticeiros de Portugal" irá ter cerca de 450 páginas (4 páginas dedicadas a cada município) e mantém a particularidade da última edição: cada município terá a sua própria capa personalizada, ou seja, será quase uma centena de capas diferentes. 

No portal, cada município ocupa um espaço próprio e personalizado. A plataforma é gerida pela AMPV, mas o município é convidado a ter parte ativa, eviando para a AMPV conteúdos para uma maior dinamização da plataforma. 

Os municípios poderão solicitar mais informações à AMPV através do e-mail ampvinho@gmail.com ou fazer a sua adesão em http://ampv.pt/projeto-enoturismo-2021

Publicado em: 18, Novembro 2020
Ver todas as notícias

parceiros

2021 · Associação de municípios Portugueses do Vinho · Todos os direitos reservados.