Aenotur tem nova direção e quer continuar a crescer

A presidência é brasileira e Portugal tem a vice-presidência, sendo o secretário-geral da AMPV, José Arruda, o escolhido também para secretário-geral desta importante associação internacional. A nova direção conta ainda com membros de países como França, Argentina, Espanha, Uruguai e Itália.

A Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur) conta com uma nova direção, que estará à frente da gestão nos próximos dois anos. Os dirigentes foram eleitos no dia 23 de junho, durante o Congresso Europeu de Enoturismo e a Assembleia da Aenotur, que tiveram lugar em Torgiano, na região de Umbria, em Itália. 

A mestre em turismo, a brasileira Ivane Fávero, foi escolhida presidente, tendo na vice-presidência o presidente da Rede Europeia de Cidades do Vinho (Recevin), o português José Calixto. A nova direção da Aenotur é formada, ainda, pelo representante da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), Jose Arruda, como secretário-geral. A eleição de Ivane Fávero, que integra o Comitê de Enoturismo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), segue o rodízio dos países membros no comando da entidade fundada em 2014 para o desenvolvimento e promoção dos destinos enoturísticos a nível mundial.             

A ex-secretária de turismo dos municípios de Bento Gonçalves e Garibaldi, que estão entre os principais destinos da atividade no Brasil, ocupava a vice-presidência para a América Latina da entidade e passa a desempenhar o mais alto cargo do enoturismo mundial. “Temos um longo trabalho pela frente no sentido de provermos em conjunto todos os destinos enoturísticos. O objetivo principal da criação da Aenotur é termos uma plataforma única para divulgar esses roteiros”, adianta Ivane.              

A nova presidente informa que entre os principais objetivos estão qualificar cada vez mais os produtos enoturísticos e ampliar o número de associados. “Sinto-me honrada e agradecida pela escolha de todos os membros associados na assembleia, mas também sinto a responsabilidade deste cargo perante os principais destinos enoturísticos do mundo. Precisamos de fortalecer cada vez mais este importante segmento que tanto contribui para o desenvolvimento territorial”, acrescenta.

Também integram o quadro dirigente as presidentes das cidades espanholas de Alcázar de San Juan e Cambados, Rosa Melchor e Fátima Abal, respectivamente, o presidente da Iter Vitis France – ONG dedicada ao desenvolvimento do enoturismo na Europa –, Pierre Verdier, o presidente da cidade portuguesa de Viana do Castelo, José Maria Costa, e o presidente de honra da Città Del Vino – organização que representa as cidades do vinho da Itália –, Paolo Benvenutti. Gonzalo Merino, dirigente da Bodegas Argentinas, e Wilson Torres Chavez, presidente da Associação de Turismo Enológico do Uruguai, representam a América Latina na Aenotur. 

Quem é Ivane Fávero         

Ivane Fávero possui graduação em Turismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1991); especialização em Gerenciamento do Desenvolvimento Turístico pela Universidade de Caxias do Sul (2000); mestrado em Turismo pela Universidade de Caxias do Sul (2004), MBA em Planejamento e Marketing do Turismo pela George Washington University (2009) e especialização em Gestão Pública Municipal pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2012). Foi presidente da Associação Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo (Anseditur), além de vice-presidente para a América Latina da Aenotur. Atua nas áreas de gestão do turismo, planeamento, políticas, turismo rural e turismo sustentável.

Publicado em: 03, Julho 2017
Ver todas as notícias

parceiros

2017 · Associação de municípios Portugueses do Vinho · Todos os direitos reservados.